Mitologia urbana

Caro Antiamba:
É lugar comum cada vez mais o aparecimento de mitos urbanos, nomeadamente de organizações, "lobbys", e outros afins, que de alguma forma se possam relacionar com o "bem ou o mal" ou os "interesses" e outras situações similares, mas a verdade é que vivendo-se num estado de democracia e liberdade de expressão, verifica-se cada vez mais uma enorme transparência horizontal e vertical na sociedade portuguesa, provocada positivamente pelos media.
Hoje sabe-se perfeitamente quem são as pessoas, de onde vieram, quem são os seus amigos, qual a sua carreira profissional, qual a sua ( a existir ) carreira politica, quais as suas opções de vida - enfim a democracia destroi muitas vezes todas as barreiras de privacidade, pelo que muitas vezes as teorias da conspiração "inventam" mitos urbanos acima referidos, e rebuscadas teorias relacionadas, que em bom rigor são isso mesmo: mitos.
Busca-se assim muitas vezes as explicações para o aparentemente desconhecido ( o sucesso ou insucesso dos outros por exemplo ), um pouco aliás o que sempre aconteceu ao longo dos tempos - nem vale a pena agora exemplificar os mais diversos mitos e mitologia que sempre existiu, e que sempre se mostrou isso mesmo: mitologia ( ver se duvidas houverem o seu significado numa enciclopédia )
Mas hoje as coisas são claras na sociedade: Ex: sabe-se quem são os mais ricos, e como ganharam o seu dinheiro.
Ex: Sabe-se quem asssumiu o poder politico - e como o fez pela hierarquia partidária.
todo o resto são mitos - urbanos pelo seu estrito relacionamento com a sociedade urbana - fechada individualmente - e pouco comunicativa.
Todas as coisas estão á vista de toda a gente - é só ver...

Comentários

Ligurio disse…
Tanta coisa que se sabe, só é pena não ser claro de onde vem o dinheiro que financia os partidos. Será quem vem das empresas públicas, ou de outras que o estado tem participação directa ou indirecta? E os processos de admissão por coloração politica, muito poucos transparentes? E os outros que publicamente foram decretados pelo tribunal falidos, como Cardoso e Cunha e continuam a viver como príncipes? Será que são membros de uma organização social que distribui sopa de faisão? Ainda bem que tenho um crédito à habitação.

Mensagens populares deste blogue

BPMN can bring death to your process data

5th November 2016 - Frankfurt - She is in parties

29-12-2016 - Paris - Book of the year