Gladiadores em Wimbledon

Ontem estava a fazer um zap na televisão quando me deparei com um facto insólito. Tratava-se de um jogo de ténis da segunda ronda do torneio de Wimbledon entre Nicolas Mahut e John Isner. Quando olhei para o marcador estava 44-44. Era o quinto set. Pensei que se tratava de um tie-break e fiquei a ver.

John Isner - Fonte http://www.wimbledon.org

Em Wimbledon no quinto set não há tie-breaks. Para o jogador ganhar o set e o jogo tem de ganhar por dois jogos de diferença. É uma regra especifica dos ingleses. Quando me recordei da regra constatei que aqueles jogadores deviam estar ali a jogar durante todo o dia. Voltei a olhar para o marcador e a duração do jogo estava nas oito horas.

Nicolas Mahut - Fonte http://www.wimbledon.org

Soube mais tarde que o jogo se tinha iniciado no dia anterior.
Fiquei ali a olhar para aqueles dois. Exaustos, lá iam ganhando os jogos à custa de ases e winners, colocando o adversário fora de jogo, porque já não havia força física para chegar às bolas.

Para se ter uma ideia do esforço físico que estes jogadores estão a fazer, este jogo equivale a jogar aproximadamente 4 jogos de ténis consecutivos, isto porque exceptuando os torneios do grand slam, todos os jogos de ténis jogam-se à melhor de 3 sets e normalmente de o jogo for equilibrado joga-se por set uma média de 10 jogos.

O jogo foi novamente interrompido quando não havia luz suficiente para jogar. O marcador ficou nos 59-59, após 10 horas de jogo. O jogo continua hoje às 15:30h. Para além dos recordes que já foram batidos: tempo de jogo, ases, winners, o verdadeiro recorde é a força de vontade de vencer que estes jogadores demonstram.

Há quanto tempo não é um gladiador?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

BPMN can bring death to your process data

29-12-2016 - Paris - Book of the year

04-03-2017 - Petra - What Women Want