O Poder dos média na opinião pública

Este artigo de um correspondente António Ribeiro da revista Brasileira Veja ilustra de forma caricata a forma como a opinião da sociedade é condicionada pelos mass media.

A versão Inglesa parece ser um artigo de opinião de Miguel Portas do Bloco de Esquerda.

O artigo está escrito em Português do Brasil.

FRANÇA

A cigarra e a formiga

Versão francesa

A formiga trabalha duro durante todo o verão de calor escorchante e prepara suas provisões para o inverno.

A cigarra acha que a formiga é estúpida. Ela dança, sorri e canta durante o verão inteiro.
O inverno chega. A formiga está bem abrigada no quentinho do formigueiro que possui um formidável estoque de alimentos.

A cigarra treme de frio. Ela não tem onde morar nem do que comer. Resultado: morre de frio e de fome.

Fim

Versão inglesa

A formiga trabalha sem parar durante todo verão. Ela constrói sua casa e estoca alimentos.
A cigarra acha que a formiga é idiota. Ela diverte-se, sorri e canta durante o verão inteiro.

O inverno chega. A formiga está bem abrigada no quentinho do formigueiro e come muito e bem.
A cigarra tremendo de frio, organiza uma entrevista coletiva para a imprensa. Ela pergunta por que a formiga tem direito de ficar no quentinho e comer bem enquanto que outros, menos sortudos como ela, sentem frio e fome.

A televisão organiza programas de debates entre insetos renomados, nos quais, mostra a cigarra morrendo de frio assim como vídeos da formiga em um formigueiro bem aconchegante e com a mesa repleta de alimentos.

Os franceses ficam espantados. Indignação geral. Eles querem saber por que seu país tão rico permite a cigarra viver na “precariedade” enquanto, outros vivem na abundância.

As associações contra a pobreza organizam protestos em frente ao formigueiro.

A esquerda nacional pergunta por que a formiga ficou tão rica explorando a cigarra? O governo é interpelado. Quer o aumento dos impostos da formiga para que finalmente, ela pague a “parte justa” em relação aos seus rendimentos.

Em resposta às pesquisas de opinião, o governo redige uma proposta de lei sobre a igualdade econômica, retroativa ao verão, e antidiscriminatória. Na Assembléia Nacional, parlamentares da direita e da esquerda votam favoravelmente.

A casa da formiga é confiscada. Ela não tem dinheiro suficiente para soldar os impostos elevados nem as multas decorrentes do atraso no pagamento.

A formiga deixa a França. Ela instala-se com sucesso na outra margem do Canal da Mancha, na Inglaterra.

A imprensa francesa realiza reportagens louvando o bem estar da cigarra, doravante, terminando as ultimas provisões da formiga ainda que a primavera esteja distante.
A antiga casa da formiga transformou-se em “habitação social” da cigarra. O lugar se deteriora porque a atual ocupante nada faz para preservá-lo.

Emergem criticas contundentes ao governo que não previu fornecer alocações de renovação para cigarra. Ao custo de 10 milhões de euros, o governo cria uma comissão para estudar o problema.
Os jornais Libération e L'Humanité comentam o fracasso do governo para reverter a situação das ilegalidades sociais na França.

Fim

Comentários

Mensagens populares deste blogue

BPMN can bring death to your process data

29-12-2016 - Paris - Book of the year

04-03-2017 - Petra - What Women Want