Porque em Portugal os mercados funcionam mal

Na sequência da reclamação da TV Cabo estava decidido a mandar a netcabo para a estratosfera. Sabia que a Clix tinha um produto superior e muito mais barato e intencionava comprar o KIT de ligação ADSL num hipermercado. Miraculosamente nesse mesmo dia recebi uma chamada de um operador de telemarketing da Clix a perguntar se gostaria de experimentar o serviço. O operador tinha uma forma muito peculiar de abordar o cliente. A pessoa parecia ter sido recrutada à porta de uma charcutaria. Tinha um sotaque à Porto muito marcado e fazia perguntas do tipo: Quer mudar? Então quer ou não quer? Desactivar o serviço? Penso que tem de ficar 1 ano, mas se depois de 3 meses não gostar telefona para aqui e a gente desmarca tudo. Há quanto tempo tem netcabo? Tá satisfeito? Há 3? Então é porque gosta. Olhe, mas vai mudar ou não para o Clix? O meu colega vai aí a seguir ao almoço e monta-lhe tudo, pode ser? Onde fica a sua casa? Tem uma confeitaria perto como ponto de referência? E as chamadas, não quer as chamadas? Então para que paga 15€ à PT? Só quer a internet? Pronto então amanhã já tem internet.

No dia seguinte, apareceu um moço, tinha o contrato debaixo do braço e não trazia o modem. Perguntei-lhe como ia fazer a ligação sem o modem. O moço lá me disse que ninguém lhe tinha dito para trazer o modem mas poderia compra-lo em qualquer lado, até podia comprar um do Sapo que também funcionava. Insistiu para desactivar a linha da PT, mas só levou o contrato do serviço da internet.

Como estava mesmo determinado a mandar a TV Cabo à fava, fui no dia seguinte comprar o modem. A menina que me atendeu disse-me que só passado 8 dias é que ia ter o serviço activo. Isto é que é um serviço bem pensado e bem implementado. Um gaijo quer ter acesso ao futebol, às notícias, ao chat e à pornografia e tem de esperar 8 dias. Está-se mesmo a ver que devem existir 2 pessoas a processar os contratos para todo o país (aquilo custa 22,5€ por mês e portanto tem de poupar nos custos em algum sítio).

Lá trouxe o modem todo contente e quando cheguei a casa recebi um telefona do moço (curioso, o telefone dele era TMN, isto é que é fidelidade às marcas da SONAE) a dizer-me que tinha falado como chefe e que tinha de subscrever o serviço telefónico. Lá expliquei ao moço que não queria nada disso e que tinha explicado quando me telefonaram que só queria a internet. Queria continuar com a linha da PT. O moço disse-me que isso era impossível porque a SONAE tinha uma infra-estrutura própria que não tinha chegado a acordo com a PT, pelo que a subscrição isolada do serviço de internet não era possível, que tinha sido um engano e que se eu pretendesse me comprava o modem como compensação.

Moral da história: o responsável pelo serviço da SONAE devia ser demitido porque em primeiro lugar tem um serviço de apoio ao cliente totalmente desadequado, mal treinado, broeiro, afugenta os clientes, engana os clientes (promete coisas que não são possíveis), pela amostra duvido mesmo muito que o contact center consiga registar muitas oportunidades de negócio; em segundo lugar, porque não vai conseguir aumentar muito a quota de mercado nos locais onde os possíveis clientes tem linhas da PT. Há clientes da PT que subscreveram contratos de permanência e portanto estão impedidos de mudar, outros já sabem que vão ficar 6 meses sem telefone (é o que dizem os jornais) e outros ainda porque só querem o raio da internet e estão a borrifar-se para as chamadas. O gaijito só vai conseguir penetrar em casas acabadas de comprar que não celebraram nenhum contrato com a PT.

Contudo a Sonae é vista, especialmente no norte, como um grande grupo empresarial, sendo Eng. Belmiro visto como exemplo a seguir no patronato. Eu tenho a ideia completamente contrária: as empresas do grupo Sonae são desorganizadas, baratas e badalhocas – olhem para o chão dos hipermercados continente – e consequentemente, prestam maus serviços aos clientes. O barato sai caro.

Comentários

Anónimo disse…
Eu só não consigo perceber como é que tu ainda és tão crente ...

Acho inacreditável a tua experiência, e eu que estava a pensar mandar a PT e o SAPO dar uma volta, vou aguentar mais um pouco, pois a oferta alternativa ainda é pior.

A única possíbilidade que vejo é começar a falar na criação do mercado ibérico de internet e comunicações, para os espanhóis virem por aí dentro oferecer um serviço como deve ser. E depoiis anda toda a gente a queixar-se de que lá foram mais uns centros de decisão para Espanha, e que estamos a ser invadidos, tomados, ...;

Estamos efectivamente a ser tomados por alguém que é mais profissional competente e concorrencial do que a chafurdice das empresas portuguesas que se dizem "de topo" e "grandes", mas que não passam de sucateiros em qualquer lado.

Como dizia a nossa bíblia há uns anos, "build to flip"; é o que temos que fazer a estes "ditos" empresários, que a única coisa que sabem é chantagear os poderes públicos, explorar mão-de-obra barata e criar riqueza para meia dúzia de privilegiados, pois até já nem pagam impostos no país ...

Cassius
Anónimo disse…
O cassius tem razão, eu pergunto quando se vai ao continente ( a um das centenas/milhares? ) comprar bens, e na caixa se paga ( ninguém sai de lá sem pagar - eles tem milhares de funcionários cuja unica função é receber dinheiro... ) eles passam factura? - acto obrigatório por lei em qualquer transacção comercial - não passam?????? - é preciso solicitar e ir á caixa central? quantas pessoas o fazem ? que escandalo!!!!!!! é tudo por fora.......

Mensagens populares deste blogue

BPMN can bring death to your process data

26-08-2016 - Cape Town - Return to Zuid Afrika

5th November 2016 - Frankfurt - She is in parties