Carta aberta a Bruno Carvalho


Sei que este post tem o seu quê de descontexto, mas por tratar-se de algo que a mim não me deixa indiferente achei por bem publicar estas curtas frases que deixei ao Sr. Bruno Carvalho, director do Porto Canal.

Pois é, o futebol do nosso país tem que se lhe diga e mexe sempre com muita gente. Apesar deste blog ser um blog "incolor", penso que a qualidade dos textos escritos pelo senhor Bruno Carvalho merecem aqui o devido destaque, nem que esse destaque seja feito apenas com a indicação do link onde podemos encontrar vários textos da sua autoria.

É claro que alguns dirão que são apenas textos relacionados com o Benfica. Mas eu digo que são textos de uma facção do Benfica que muitas pessoas conotadas com outros clubes poderão não conhecer. É também uma forma diferente de viver um clube que quer se queira quer não, mexe com a vida do nosso país e influencia a forma como muita gente encara o seu dia a dia.

Prometo também que não me vou esquecer dos restantes clubes do nosso campeonato e tentarei trazer para aqui algumas opiniões interessantes que são publicadas por essa "blogosfera" fora.

Ah! E também vou falar da vaca! Ou melhor vou falar dos seus hábitos alimentares, da forma como se reproduz e da forma como melhor rentabilizar o leite que nos dá...


Mas vamos ao que interessa, o link para o post do Bruno Carvalho é este http://novobenfica.blogs.sapo.pt/65190.html e a carta aberta vem já a seguir...


"Caro Bruno

Realmente existem várias formas de analisarmos os possíveis cenários que advirão da forma como o Benfica empatou nas Antas. Mais uma vez, fizemos bem mais que o suficiente para ganhar o jogo e por uma nova fatalidade (ou se quiserem "proençalidade") não o conseguimos.

Vejo na nossa equipa uma nova alma, uma nova força, um novo querer que eu pessoalmente não conseguia ver antes do jogo com o Rio Ave. E o curioso é que foi mais uma vez por intermédio do nosso Mantorras, que penso ter ouvido o grito de Ipiranga que nos poderá guiar ao título (fui só eu que achei uma injustiça o Mantorras não ter sido convocado para este jogo?).

Mais uma vez lhe peço (já o fiz anteriormente num comentário que penso não ter sido publicado) que tente abandonar a cruzada anti-Vieirista que empreendeu sob pena de alguns dos argumentos que apresenta (inteligentes por sinal) não serem de todo absorvidos pela grande maioria dos Benfiquistas. Sabe, é que a sua constante tendência para ver sempre o copo meio vazio acaba por saturar a nossa gloriosa esfera.

Não discuto pessoalmente o conteúdo daquilo que entende publicar, pois acho que existe lugar no universo Benfiquista para as opiniões de todos os sectores da nossa massa associativa/adepta. Compreendo também, estando o Bruno no Porto, que acompanhe e entenda de outra forma o fenómeno Pinto da Costa.

Acho que o culto em volta de determinadas personalidades (muito comum no nosso país, em que assistimos com frequência ao endeusamento ou demonização de alguém sem que muitas vezes existam razões suficientes para tal) prejudica muito mais do que beneficia algo ou alguém e, principalmente no interior do Benfica, detesto sentir o crepitar da chamada fogueira de vaidades que de vez em quando arde no nosso seio.

Julgo não ser este totalmente o caso do Sr. Vieira. Julgo também que existirá algo mais no meio disto tudo, que faz com que o Bruno tenha tanta aversão à forma como o Benfica está neste momento a ser guiado. Algo esse que o Bruno não está a contar, ou porque não pode ou porque talvez ache não ser a sua obrigação.

Está no seu direito. Tal como está no seu direito quando critica aquilo com que não concorda, desde que o faça com elevação e seriedade. Eu, e voltando à história do copo, prefiro vê-lo meio cheio. Não concordo em absoluto com o cinzentismo de algumas afirmações que tem feito acerca da gestão do Benfica.

Também eu gostaria que o Benfica neste momento estivesse já num outro patamar de desenvolvimento do seu projecto de liderança. Infelizmente tal não tem sido possível, e todos nós temos tido de aguentar (muito mais os Benfiquistas do norte e especialmente os do Porto) as finas ironias do Sr. PC e do seu séquito de "opinion makers", que o senhor sabe muito bem estar hoje em dia mais activo do que nunca.

Poderíamos também falar da curiosa ascensão de determinado grupo de jornalistas em vários dos nossos meios de comunicação (todos eles com a coincidência de serem conotados com o FC Porto ou assumidamente adeptos deste clube), a qual se assemelha bastante a uma espécie de tomada de poder (leia-se opinião pública) com laivos de Castrismo. E o Bruno sabe bem o quão importante é hoje em dia ter a opinião pública do nosso lado.

Eu por mim tudo leio. E tento escalpelizar todas as informações ao pormenor para evitar "emprenhar pelos ouvidos" (tal como se diz aqui na minha zona...). E também prefiro, conforme já disse, ver o copo meio cheio. E olhe, mais do que nunca depois do jogo das Antas e da forma ignóbil como fomos (mais uma vez este ano) espoliados de uma vitória, acredito nos nossos rapazes e no nosso "staff" técnico.

Afinal foram os jogadores do Benfica que prometeram que não iriam perder mais jogo nenhum esta época, o que significa pelo menos que vamos ganhar a Taça da Liga e também o Campeonato, pois não acredito que o JuJu não faça pelo menos mais uma daquelas suas típicas asneiras e nos dê um empurrãozinho rumo ao título.

Pode ser que seja já este fim de semana. Estou curioso para ver o que fará o nosso Coentrão!

Um abraço e Viva o Benfica!"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

BPMN can bring death to your process data

26-08-2016 - Cape Town - Return to Zuid Afrika

5th November 2016 - Frankfurt - She is in parties